OFERTA FORMATIVA

Ref. 140-ACDSN43/23-24 Inscrições abertas até 19-06-2024 INSCREVER-ME

Registo de acreditação: ACDSN04-24

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 6.0 horas

Início: 20-06-2024

Fim: 20-06-2024

Regime: Presencial

Local: Agrupamento de Escolas de Lousada Oeste

Formador

Ilídio André Pinto Monteiro da Costa

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Exclusivo para formandos dos Agrupamentos associados ao CFAE

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. 

Certificado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

Clube Ciência Viva - Crescer com Ciência AELO

Enquadramento

Nesta ação de curta duração abordaremos conceitos básicos de observação com telescópios escolares, bem como conceitos de astronomia posicional necessários para essas mesmas observações. Assim, e partido de exemplos concretos veremos como os telescópios escolares podem ser poderosos aliados na promoção da cultura científica no âmbito da astronomia, numa vertente interdisciplinar, potenciando a complementaridade entre a aprendizagem formal e não formal no desenvolvimento das aprendizagens essenciais.

Objetivos

- Promover a cultura científica no âmbito da astronomia, numa vertente interdisciplinar. - Promover o ensino experimental das ciências. - Conhecer atividades práticas que agilizem o desenvolvimento das aprendizagens essenciais. - Analisar metodologias de trabalho interdisciplinares. - Identificar potencialidades da aprendizagem não formal. - Compreender a complementaridade entre a aprendizagem formal e não formal.

Conteúdos

A. Reflexão sobre conceitos básicos de astronomia posicional (sessão 1): - Movimento aparente das estrelas; - Movimento anual; - Reconhecer o céu e uso de cartas celestes. B. Análise de conceitos básicos de observação (sessão 2): - Tipos e funcionamento de telescópios; - Planeamento de sessões de observação com o software informático Stellarium.

Anexo(s)


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 20-06-2024 (Quinta-feira) 16:00 - 19:00 3:00 Presencial
2 20-06-2024 (Quinta-feira) 20:00 - 23:00 3:00 Presencial

INSCREVER-ME

Ref. 138-PDSN37/23-24 Inscrições abertas até 03-07-2024 INSCREVER-ME

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-126352/24

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 08-07-2024

Fim: 15-07-2024

Regime: b-learning

Local: AE de Lousada (b-learning)

Destinatários

Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário

Exclusivo para formandos dos Agrupamentos associados ao CFAE

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. 

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Enquadramento

O CFAE Sousa Nascente entende os seus Planos de Formação como sendo dinâmicos e estando, a qualquer momento, preparados para integrar ações de formação que possam dar resposta a necessidades de formação sentidas e apresentadas pelas suas escolas e agrupamentos associados. A temática da Contratação Pública é recorrentemente referida como sendo uma dessas necessidades dada a importância do seu domínio para o regular funcionamento do setor administrativo-financeiro das escolas e, ainda, tendo em consideração as frequentes alterações introduzidas à legislação que a enquadra. A formação reveste-se duma importância especial no âmbito da operacionalização de projetos financiados pelo FSE e, mais recentemente, dos procedimentos conducentes à instalação dos Centros Tecnológicos Especializados. Cada ação realizada constitui, igualmente, um processo de levantamento de necessidades de formação mais específicas no âmbito do processo de operacionalização dos vários projetos e dos desafios colocados pela legislação emergente.

Objetivos

O objetivo destas sessões será enunciar e permitir a compreensão, aos responsáveis e executores das Escolas Associadas do CFAE SN, quanto aos normativos aplicáveis em matéria de contratação pública, com especial enfoque nos contratos para a execução de projetos financiados ou cofinanciados por fundos europeus.

Conteúdos

I- Princípios gerais e âmbito de aplicação do CCP 1. Princípios gerais da contratação pública 2. O âmbito objetivo e o âmbito subjetivo do CCP 3. Organização sistemática do CCP II- Planeamento e preparação da contratação pública nos AE/ENA 1. O planeamento e os instrumentos de autonomia na Escola: o projeto educativo, o regulamento interno, os planos anual e plurianual de atividades e o orçamento 2. O plano anual de compras do AE/ENA 3. A realização da consulta preliminar 4. Obtenção de Pareceres prévios e realização de despesa plurianual 5. Os mecanismos de deteção, impedimento e resolução de conflito de interesses 6. Elaboração e dinamização de instrumentos e das medidas do Regime Geral de Prevenção da Corrupção III- Os procedimentos de formação contratual nos AE/ENA: o papel do Conselho Administrativo e dos Serviços Administrativos 1. Tipos e critérios de escolha dos procedimentos 2. Fase de Formação do contrato - regras gerais aos procedimentos de contratação 2.1. Decisão de contratar e decisão de autorização de despesa: regras de fundamentação 2.2. Peças do procedimento: Como elaborar um Convite/Programa e um Caderno de Encargos 2.3 Regras de participação - os impedimentos 2.4. Proposta 2.5. Da constituição do Júri e sua intervenção no procedimento 2.6. Análise e Avaliação das propostas 2.6.1. Exclusão de propostas - motivos materiais e formais 2.6.2. Conceção, estruturação e elaboração do modelo de avaliação das propostas 2.7. Adjudicação 2.8. Documentos de habilitação e sua apresentação 2.9. Caução 2.10. Celebração do Contrato 2.11. Publicitação e Relatórios de contratação 3. Tipos de procedimento e sua tramitação 3.1. Ajuste direto - Regime Geral - Regime Simplificado 3.2. Consulta Prévia 3.3. Concursos públicos - Concurso público normal - Concurso público urgente - Concurso limitado por prévia qualificação 4. As medidas especiais de contratação pública 5. A correção de despesa no âmbito de projetos financiados ou cofinanciados por fundos europeus IV- Contratação Pública eletrónica nos AE/ENA 1. As Plataformas Eletrónicas de Contratação 2. O Sistema Nacional de Compras Públicas 3. A comunicação e informação sobre todos os contratos celebrados ao abrigo do CCP: Base Gov 4. Acordos Quadro 4.1. Noção 4.2. As Centrais de Compras V- Execução Contratual nos AE/ENA 1. Regime dos contratos administrativos 2. Gestor do Contrato e instrumentos de apoio à Gestão Contratual 3. Causas e possibilidade de modificação objetiva do contrato 4. Causas e possibilidade de modificação subjetiva do contrato 5. Cumprimento e incumprimento 6. Sanções 7. Invalidade e da ineficácia do contrato

Metodologias

Disponibilização de diferentes tipos de documentação produzida pelo formador no campo teórico e prático; - Troca de experiências e construção de saberes em grupo; - Utilização do método demonstrativo na resolução de trabalhos teóricos ou práticos sobre os conteúdos do plano da ação; - Utilização do método interrogativo na avaliação de questões; - Utilização do método expositivo na apresentação da estrutura legislativa aplicável; - Intervenção permanente dos participantes, na colocação de questões pertinentes relativas às matérias teóricas ou práticas abordadas; - Apresentação de estudos de caso e trabalho de grupo, privilegiando o debate e esclarecimento de dúvidas no final de cada sessão. - Visualização de apresentações powerpoint respeitantes às diferentes temáticas abordadas nas sessões.

Avaliação

A avaliação dos formandos docentes nas ações de formação CFAE Sousa Nascente é contínua e participada por todos os intervenientes. Os critérios de avaliação a utilizar são: qualidade da participação no contexto dos objetivos/efeitos a produzir; qualidade do trabalho individual. Para cada critério de avaliação é definida uma escala qualitativa de 5 níveis e uma escala quantitativa, em percentagem, afeta a esses níveis. A média ponderada dos resultados obtidos nos três critérios de avaliação constitui o valor médio de desempenho que é depois traduzido numa classificação quantitativa final, expressa na escala de 1 a 10 valores., conforme se indica: 1 a 4,9 valores - Insuficiente; 5 a 6,4 valores - Suficiente; 6,5 a 7,9 valores - Bom; 8 a 8,9 valores - Muito Bom; 9 a 10 valores - Excelente.

Bibliografia

Legislação aplicável; Código do Processo Administrativo; Ferreira B. & Torres, L. (2012),Perfil de liderança do diretor de escola em Portugal: modos de atuação e estratégias de regulação da cultura organizacional. RBPAE, 28 (1), 86-111 Mintzberg, H. (2010). Estrutura e Dinâmica das Organizações, Lisboa, Ed. D. Quixote


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 08-07-2024 (Segunda-feira) 10:00 - 13:00 3:00 Presencial
2 08-07-2024 (Segunda-feira) 14:00 - 17:00 3:00 Presencial
3 10-07-2024 (Quarta-feira) 10:00 - 13:00 3:00 Online síncrona
4 10-07-2024 (Quarta-feira) 14:00 - 17:00 3:00 Online síncrona
5 12-07-2024 (Sexta-feira) 10:00 - 13:00 3:00 Online síncrona
6 12-07-2024 (Sexta-feira) 14:00 - 17:00 3:00 Online síncrona
7 15-07-2024 (Segunda-feira) 09:00 - 13:00 4:00 Online síncrona
8 15-07-2024 (Segunda-feira) 14:00 - 17:00 3:00 Online síncrona

INSCREVER-ME

Ref. 143-PDSN39/23-24 Inscrições abertas até 08-07-2024 INSCREVER-ME

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110542/24

Modalidade: Curso de formação - Colóquios; congressos; simpósios; jornadas ou iniciativas congéneres

Duração: 12.0 horas

Início: 09-07-2024

Fim: 10-07-2024

Regime: Presencial

Local: Pavilhão Municipal da EBS de Lousada Oeste

Destinatários

Professores do 2º Ciclo, 3º Ciclo e Ensino Secundário

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores do 2º Ciclo, 3º Ciclo e Ensino Secundário. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores do 2º Ciclo, 3º Ciclo e Ensino Secundário. 

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

Câmara Municipal de Lousada, em parceria com a Academia de Ginástica de Lousada e o CFAE Sousa Nascente

Enquadramento

A ação de formação desenvolve-se num contexto em que se identifica a necessidade de formação dos docentes e treinadores, tendo em vista a análise e reflexão sobre os processos pedagógicos, de modo a promover a sua correta implementação didático-pedagógica na escola com continuidade e aperfeiçoamento no clube.

Objetivos

Promover informação relativa à modalidade de Ginástica Artística; Divulgar a temática junto dos agentes educativos: Professores e Treinadores; Conhecer e utilizar estruturas, meios, instrumentos e procedimentos adequados à implementação de conteúdos programáticos e técnicos.

Conteúdos

Processos pedagógicos de abordagem aos distintos elementos técnicos da ginástica Artística, que constam dos conteúdos programáticos do Ministério e a sua transferência com evolução no clube. 1- Reforço de aprendizagens dos intervenientes no que concerne às metodologias de ensino e formas de auxílio manual e metodológico para salvaguarda da integridade física dos alunos/atletas; 2- Estratégias de ensino para cada um dos elementos técnicos. Progressões pedagógicas e técnicas de ajuda.

Metodologias

A metodologia dominante para esta ação será o método expositivo, com recurso à participação ativa dos formandos e a ouso de tecnologias que complementem as exposições e o debate. Esta abordagem permitirá uma aprendizagem dinâmica e interativa, promovendo um ambiente colaborativo e de reflexão contínua. A componente prática será essencial, também, nesta ação. Os formandos participarão em atividades práticas onde poderão experimentar e aplicar os conceitos e técnicas discutidos. Durante as sessões teóricas, o formador utilizará apresentações expositivas para introduzir os conceitos fundamentais da Ginástica Artística e os processos pedagógicos envolvidos. Este método será complementado por questionamentos e discussões dirigidas, estimulando a participação ativa dos formandos. Após as atividades práticas, serão promovidas sessões de debate onde os formandos poderão discutir as suas experiências, levantar questões e sugerir melhorias. Estes debates serão fundamentais para a troca de conhecimentos e para a construção coletiva de saberes.

Avaliação

A avaliação final, de acordo com a Carta Circular CCPFC- 3/2007 e RJFCP, será quantitativa e assentará na escala de 1 a 10 valores. A avaliação respeitará os seguintes indicadores: Qualidade da Participação (em referência ao registo da assiduidade e pontualidade – 40%), realização de tarefas/envolvimento na formação, participação individual, bem como a qualidade do trabalho de reflexão crítica sobre a totalidade das temáticas (60%), de acordo com os Critérios aprovados em sede de Comissão Pedagógica do CFAE Sousa Nascente.

Anexo(s)

Divulgação


Observações

Formador: Artur Manuel Romão Pereira (Professor Catedrático da Universidade de Coimbra)

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 09-07-2024 (Terça-feira) 09:00 - 12:00 3:00 Presencial
2 09-07-2024 (Terça-feira) 14:00 - 17:00 3:00 Presencial
3 10-07-2024 (Quarta-feira) 09:00 - 12:00 3:00 Presencial
4 10-07-2024 (Quarta-feira) 14:00 - 17:00 3:00 Presencial

INSCREVER-ME

Ref. 144-PNDSN05/23-24 Inscrições abertas até 15-07-2024 INSCREVER-ME

Registo de acreditação: DGAE/1287/2024

Modalidade: Jornada

Duração: 6.0 horas

Início: 16-07-2024

Fim: 16-07-2024

Regime: Presencial

Local: Auditório da Escola Secundária de Lousada

Destinatários

Pessoal Não Docente (Assistentes Operacionais; Assistentes Técnicos; Chefe de Serviços de Administração Escolar; Coordenadores Técnicos; Encarregados Operacionais; Técnicos Superiores - Psicólogos)

Exclusivo para formandos dos Agrupamentos associados ao CFAE

Acreditado pelo

DGAE - Direção-Geral da Administração Escolar

Entidade formadora/Parceria

Câmara Municipal de Lousada, em parceria com o Centro de Formação de Associação de Escolas Sousa Nascente

Enquadramento

A inclusão e o apoio a alunos com necessidades especiais, como o autismo, e a gestão eficaz de comportamentos desafiadores são essenciais para garantir um ambiente escolar positivo e inclusivo. Reconhecendo a importância do papel do pessoal não docente no suporte a estas questões, organizam-se estas jornadas de formação para fornecer conhecimento e ferramentas práticas que possam ser aplicadas no dia a dia escolar. Este evento é uma oportunidade para fortalecer a compreensão e as habilidades dos profissionais, promovendo um ambiente de aprendizagem inclusivo e seguro para todos os alunos.

Objetivos

1. Aumentar a Compreensão sobre o Autismo; 2. Desenvolver Competências em Gestão de Comportamentos; 3. Promover a Inclusão Escolar; 4. Facilitar a Troca de Experiências.

Conteúdos

1. Definição e características do espectro do autismo; 2. Mitigação de preconceitos e estereótipos sobre o autismo; 3. Estratégias de inclusão para alunos com autismo no ambiente escolar; 4. Práticas Inclusivas para Alunos com Autismo; 5. Identificação e compreensão de comportamentos desafiadores; 6. Técnicas de intervenção e gestão de comportamentos; 7. Aplicação do reforço positivo e técnicas de comunicação eficazes; 8. Técnicas de Intervenção Comportamental.

Avaliação

Avaliação Qualitativa

Modelo

Questionário a preencher pelos formandos para avaliar a ação e Relatório final da entidade formadora.

Anexo(s)

Cartaz de divulgação das XI Jornadas Pedagógicas PND



INSCREVER-ME

Ref. 136-PDSN38/23-24 A decorrer

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-126518/24

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas (25.0 horas presenciais + 25.0 horas de trabalho autónomo)

Início: 12-06-2024

Fim: 22-07-2024

Regime: b-learning

Local: AE Lousada (b-learning)

Formador

Nuno Tiago Teixeira Barreto Magalhães

Destinatários

Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário

Exclusivo para formandos dos Agrupamentos associados ao CFAE

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. No âmbito do Despacho n.º 4840/2023, publicado a 21 de abril de 2023 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Enquadramento

Os alunos, os professores e os funcionários das nossas Escolas desenvolvem a sua atividade num ambiente seguro. No entanto, não estão isentos de pequenos acidentes ou de ter que lidar com casos de doença súbita que necessitem de uma intervenção rápida ao nível dos Primeiros Socorros. Algumas destas situações podem mesmo ocorrer em contexto de sala de aula. Verifica-se, portanto, a necessidade de os professores conhecerem procedimentos básicos de auxílio a realizar num contexto de emergência e de pré-socorro, até chegar a ajuda diferenciada. Assim, pretende-se, com esta ação de formação, dotar os docentes de conhecimentos e competências no âmbito dos primeiros socorros em contexto escolar.

Objetivos

Reconhecer a importância da prevenção de acidentes; Transmitir noções básicas de primeiros socorros e conhecimento de suporte básico de vida; Compreender como é organizado e coordenado o Sistema Integrado de Emergência Médica; Avaliar e agir nos diferentes cenários possíveis e mais comuns da escola; Conhecer os dados a comunicar por via telefónica ao Centro de Orientação e Distribuição de Situações Urgentes; Conhecer os procedimentos básicos a adotar nos casos de urgência mais frequentes; Identificar o material básico utilizado na prestação de primeiros socorros; Ser capaz de responder eficazmente a uma situação emergente de paragem cardiorrespiratória; Ser capaz de responder eficazmente a uma situação de doença súbita (hemorragia, intoxicação, obstrução de via aérea, etc.) permitindo a estabilização da vítima até chegarem ao local os meios e profissionais especializados.

Conteúdos

Sistema Integrado de Emergência Médica e Exame Geral da Vítima (3 horas presenciais + 2 horas de trabalho autónomo); Suporte Básico da Vida: Garantir a irrigação sanguínea de tecidos de forma segura a uma vítima em paragem cardiorrespiratória; Abordagem da Via Aérea; Reanimação (7 horas síncronas + 10 horas de trabalho autónomo); Asfixia e obstrução da via aérea, Saber identificar uma OVA (3 horas síncronas); Hemorragias: Conceito; Classificação (2 horas síncronas); Feridas; Queimaduras e Intoxicações: Conceito; Como atuar (4 horas síncronas + 6 horas de trabalho autónomo); Lesões músculo-esqueléticas Identificação do tecido afetado; Lesões articulares; Sintomatologia; Procedimentos; Lesões musculares (3 horas presenciais + 5 horas de trabalho autónomo); Alterações do conhecimento; Saber atuar em caso de vítima inconsciente; Glicemia Capilar; Sintomas; Alterações cerebrovasculares; Hipoglicemia; Hiperglicemia; Avaliação de glicemia Capilar; Como atuar (3 horas presenciais + 2 horas de trabalho autónomo).

Metodologias

As sessões serão teórico/práticas e serão divididas em várias partes, explorando várias metodologias: expositivas e interrogativas; instrução direta; trabalho colaborativo; e realização de trabalhos práticos destinados à aplicação em sala de aula. A oficina será realizada num sistema b-learning, combinando sessões presenciais e online síncronas, para a introdução de conceitos e teorias, com sessões síncronas e/ou presenciais práticas e interativas. Nas sessões síncronas serão disponibilizados vídeos, leituras e fóruns de discussão, facilitando a aplicação direta dos conceitos aprendidos. Será encorajada a colaboração entre os participantes para o desenvolvimento recursos a implementar na sala de aula, com acompanhamento e feedback do formador. As 25 horas de trabalho autónomo serão para exploração dos diferentes conteúdos e recursos abordados nas sessões síncronas; planificação e criação de materiais de suporte; implementação dos recursos pedagógicas planificadas/criados; reflexão critica sobre a aplicação prática dos vários recursos e/ou elaboração de planos de ação para situações de emergência.

Avaliação

Obrigatoriedade de frequência de 2/3 das horas presenciais. A avaliação dos formandos será contínua e participada por todos os intervenientes e assentará na participação nas dinâmicas das sessões presenciais e síncronas, bem como na elaboração dos trabalhos realizados e documento final de reflexão crítica individual sobre a experiência pessoal derivada da participação na Ação (implicações na prática letiva), de acordo com os critérios previamente estabelecidos ao nível do Centro de Formação, com a legislação em vigor e com as orientações do CCPFC. A avaliação dos formandos é quantitativa e expressa numa escala de 1 a 10, com a correspondente menção qualitativa, conforme referencial constante da legislação em vigor.

Bibliografia

Manual de Socorrismo, Escola de Socorrismo, Cruz Vermelha Portuguesa (2001) Manual do Curso de Primeiros Socorros e Suporte Básico de Vida, Asiglas (2014) Manual de Tripulante de Ambulância de Socorro, INEM (2017) Manual de Primeiros Socorros para Ambientes Escolares, José Antunes, Lidel (2018) Primeiros Socorros nas Escolas: Manual Prático, Cristina Maia, Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (2015)


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 12-06-2024 (Quarta-feira) 16:30 - 18:30 2:00 Presencial
2 19-06-2024 (Quarta-feira) 14:30 - 18:30 4:00 Online síncrona
3 25-06-2024 (Terça-feira) 14:30 - 18:30 4:00 Online síncrona
4 03-07-2024 (Quarta-feira) 14:30 - 18:30 4:00 Online síncrona
5 05-07-2024 (Sexta-feira) 14:30 - 17:30 3:00 Presencial
6 17-07-2024 (Quarta-feira) 14:30 - 18:30 4:00 Online síncrona
7 22-07-2024 (Segunda-feira) 14:30 - 18:30 4:00 Presencial

Ref. 127-PDSN34 A decorrer

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-116338/22

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas (25.0 horas presenciais + 25.0 horas de trabalho autónomo)

Início: 02-05-2024

Fim: 27-06-2024

Regime: b-learning

Local: Escola Secundária de Felgueiras

Formador

Rosa Sandra de Magalhães Fernandes

Ivo Manuel Fontoura Rodrigues

Destinatários

Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário, de Educação Especial e do grupo de recrutamento 360

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário, de Educação Especial e do grupo de recrutamento 360. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. No âmbito do Despacho n.º 4840/2023, publicado a 21 de abril de 2023 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário, de Educação Especial e do grupo de recrutamento 360.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Enquadramento

O enquadramento legal da educação inclusiva e as orientações sobre a recuperação das aprendizagens constituem um enorme desafio para novas/os práticas pedagógicas, interfaces comunicativas, fundamentos humanistas em que todos são parte do sistema e desenvolvem um diálogo igualitário, um pensamento e uma consciência próprios. Assim, há que criar ambientes seguros e estimulantes nas escolas para que o diálogo, a reflexão e a partilha orientem os agentes educativos para a inclusão. Esta formação procura apoiar a operacionalização de práticas pedagógicas inclusivas para que os alunos sejam melhores aprendentes e o professor melhor ensinante, definindo com maior acuidade as ações bem como as evidências a identificar em contexto de sala de aula. A presente ação insere-se no processo de concretização do Projeto Educação Inclusiva 21-23 e do plano integrado para a recuperação das aprendizagens dos alunos do ensino básico e secundário, Plano 21|23 Escola+.

Objetivos

- Explorar os documentos legislativos (Decreto- Lei n.º 54/2018, Decreto-Lei n.º 55/2018, Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Aprendizagens Essenciais) e de apoio à prática letiva de forma integrada, identificando implicações para a organização de práticas mais inclusivas - Aplicar colaborativamente os princípios subjacentes ao desenho universal para a aprendizagem e à abordagem multinível - Planear com intencionalidade estratégica, organizando a dinâmica pedagógica, conciliando as aprendizagens a desenvolver e a diversidade de todos alunos - Conceber instrumentos de suporte à recolha de informação que contribuam para a tomada de decisão. - Consolidar a implementação do ciclo: Avaliar – Planear – Agir - Rever - Produzir e aplicar em contexto de sala de aula instrumentos de avaliação e planificação das aprendizagens - Partilhar experiências facilitadoras do um processo ensino-aprendizagem inclusivo - Explorar colaborativamente práticas educativas inovadoras

Conteúdos

Módulo 1. Impacto das orientações de política educativa nas práticas pedagógicas - Exploração integrada dos documentos de política educativa (Decreto- Lei n.º 54/2018, Decreto-Lei n.º 55/2018, Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Aprendizagens Essenciais) Módulo 2. Ambientes educativos inclusivos - opções metodológicas - Práticas de ensino e intervenção diferenciadas, em função do perfil de competências dos alunos - Estratégias de antecipação da diversidade em sala de aula, com recurso a ambientes de aprendizagem flexíveis e centrados no aluno (DUA) Módulo 3. Valorização da diversidade em sala de aula, criação e partilha de recursos - Mecanismos de planeamento e gestão curricular com caráter intencional e estratégico - O que ensinar e porquê, como, quando, com que prioridades, com que meios, com que organização e com que resultados: exercícios práticos Módulo 4. Avaliação formativa enquanto processo regulador do ensino e da aprendizagem - Planificação intencional da avaliação formativa tendo como objetivos melhorar os resultados das aprendizagens e ajustar o processo de ensino

Metodologias

Presencial: A metodologia de formação é de cariz teórico-prática, propondo-se dinâmicas que visam encorajar o envolvimento dos participantes em atividades de aprendizagem, partilha e reflexão sobre a temática, com vista à otimização e concretização dos objetivos propostos para esta ação de formação, em regime de frequência b-learning, nomeadamente: - Apresentação de conteúdos e conceitos; - Partilha de experiências; - Trabalho(s) de grupo; - Reflexão e debate de ideias; Trabalho autónomo: No desenvolvimento do trabalho autónomo pretende-se que os formandos apliquem instrumentos e conhecimentos adquiridos, no âmbito da formação, em contexto escola/sala de aula, tendo presente o ciclo: avaliar o contexto, planear, aplicar, rever, ajustar. Trabalho autónomo (25h)

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado pelos formandos.

Bibliografia

DGE (2018), Para uma educação inclusiva: Manual de Apoio à Prática https://www.dge.mec.pt/sites/default/files/EEspecial/manual_de_apoio_a_pratica.pdf Acesso 02/02/2022Cosme, A., Lima L., Ferreira D., Ferreira N. (2021), Metodologias, métodos e situações de aprendizagem: propostas e estratégias de ação : ensino básico, ensino secundário,1ª ed. - Porto: Porto Editora.European Agency for Special Needs and Inclusive Education (2018), Key Actions for Raising Achievement, Guidance for Teachers and Leaders • Disponível em https://www.european-agency.org/sites/default/files/Key%20Actions%20for%20Raising%20Achievement.pdf Acesso 02/02/2022Fernandes, D. (2021). Para uma Fundamentação e Melhoria das Práticas de Avaliação Pedagógica no Âmbito do Projeto MAIA, Texto de Apoio à formação - Projeto de Monitorização, Acompanhamento e Investigação em Avaliação Pedagógica (MAIA). Ministério da Educação/Direção-Geral da Educação. Acesso 02/02/2022UNESCO (2022). REACHING OUT TO ALL LEARNERS: a resource pack for supporting inclusion and equity in education. Geneva: UNESCO – IBE. Disponível em: http://www.ibe.unesco.org/en/news/reaching-out-all-learners-resource-pack-supporting-inclusion-and-equity-education Acesso em 02/02/2022


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 02-05-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
2 09-05-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
3 16-05-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
4 23-05-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
5 06-06-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
6 13-06-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
7 20-06-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
8 27-06-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 22:00 4:00 Presencial


161

Ref. 130-PDSN36/23-24 A decorrer

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-116339/22

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 02-05-2024

Fim: 27-06-2024

Regime: e-learning

Local: AE Lousada (online)

Formador

Maria Isabel de Simas Bettencourt e Abreu Amorim

Destinatários

Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário e Professores de Educação Especial e grupo de recrutamento 360

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário e Professores de Educação Especial e grupo de recrutamento 360. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. No âmbito do Despacho n.º 4840/2023, publicado a 21 de abril de 2023 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário e Professores de Educação Especial e grupo de recrutamento 360.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Enquadramento

O enquadramento legal da educação inclusiva e as orientações sobre a recuperação das aprendizagens constituem um enorme desafio para novas práticas inclusivas em sala de aula, bem como novas metodologias que promovam as aprendizagens de todos os alunos. Assim, há que criar ambientes seguros e estimulantes nas escolas para que o diálogo, a reflexão e a partilha desbravem o caminho e orientem todos os agentes educativos para as mudanças a realizar. Esta ação de formação procura contribuir para uma reflexão crítica sobre os desafios da diversidade, bem como apoiar a operacionalização de práticas pedagógicas ajustadas para que os alunos sejam melhores aprendentes e o professor melhor ensinante, definindo com maior acuidade as ações bem como as evidências a identificar em contexto de sala de aula. A presente ação insere-se no processo de concretização do Projeto Educação Inclusiva 21-23 e do plano integrado para a recuperação das aprendizagens dos alunos do ensino básico e secundário, Plano 21|23 Escola+.

Objetivos

Explorar os documentos legislativos (DL n.º 54/2018 e 55/2018, PASEO, Aprend. Essenciais) e de apoio à prática letiva de forma integrada, identificando implicações para a organização de práticas pedagógicas mais inclusivas Consolidar o conhecimento sobre os modelos de enquadramento à operacionalização da educação inclusiva nas suas características essenciais Planear com intencionalidade estratégica, organizando a dinâmica pedagógica, conciliando as aprendizagens a desenvolver e as características de todos alunos (Desenho Universal para a Aprendizagem) Aprofundar o conhecimento sobre metodologias e estratégias pedagógicas inclusivas e inovadoras Consolidar a implementação do ciclo: Avaliar–Planear–Agir– Rever para a inclusão Promover a avaliação como parte integrante da gestão inclusiva do currículo e instrumento ao serviço do ensino e das aprendizagens Reforçar competências de trabalho colaborativo, reflexivo e de resolução de problemas entre os profissionais

Conteúdos

Módulo 1 - Impacto das orientações de política educativa nas práticas pedagógicas Exploração de documentos legislativos (DL n.º 54/2018, DL n.º 55/2018, Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória e Aprendizagens Essenciais) de apoio à prática letiva de forma integrada, destacando-se a reflexão e a análise de práticas sobre: - os valores e princípios de base humanista, onde o aluno assume a centralidade da ação; - a gestão inclusiva, integrada, flexível e articulada do currículo; - o recurso a modelos de intervenção e modelos pedagógicos de resposta à diversidade e de promoção de uma educação de qualidade para todos os alunos; - a valorização da avaliação como parte integrante da gestão do currículo e instrumento ao serviço do ensino e das aprendizagens; - a voz dos alunos e das suas famílias, aumentando os seus níveis de participação. Módulo 2 - Ambientes educativos inclusivos - opções metodológicas Práticas de ensino e intervenção diferenciadas, em função do perfil de competências dos alunos. Estratégias de antecipação da diversidade em sala de aula, com recurso a ambientes de aprendizagem flexíveis e centrados no aluno (Desenho Universal para a Aprendizagem). Módulo 3 - Gerir a diversidade em sala de aula Gestão da diversidade em sala de aula atendendo à participação e aprendizagem efetivas de todos os alunos – partilha de práticas. Mecanismos de planeamento e gestão curricular com caráter intencional e estratégico, que conciliem as aprendizagens a desenvolver e as características de todos alunos. Módulo 4 - Avaliação como processo regulador do ensino e da aprendizagem Caráter contínuo e sistemático da avaliação, ao serviço das aprendizagens, enquanto processo regulador do ensino e das aprendizagens. Planificação intencional da avaliação formativa tendo como objetivos melhorar os resultados das aprendizagens e ajustar o processo de ensino. O feedback como uma das dimensões indispensáveis à aplicação prática da avaliação formativa na sala de aula.

Metodologias

Nesta formação, em regime de frequência e-learning, serão abordados os conteúdos recorrendo a metodologias ativas de ensino e de aprendizagem. Será privilegiado o trabalho em pequeno e grande grupo com momentos de reflexão e de discussão restrita e alargada. Nas sessões, devem ser definidos tempos de partilha e de reflexão em torno das experiências e das práticas dos formandos, devendo o formador ter um papel ativo na ligação das práticas às políticas educativas de inclusão. Os docentes devem ser desafiados à revisão das suas práticas pedagógicas de acordo com os referenciais normativos em vigor. Elaboração de trabalho/reflexão final individual em função dos interesses e preferências dos formandos.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado pelos formandos.

Bibliografia

DGE (2018), Para uma educação inclusiva: Manual de Apoio à Prática Disponível em https://www.dge.mec.pt/sites/default/files/EEspecial/manual_de_apoio_a_pratica.pdf Acesso 02/02/2022Cosme, A., Lima L., Ferreira D., Ferreira N., Metodologias, métodos e situações de aprendizagem: propostas e estratégias de ação : ensino básico, ensino secundário,1ª ed. - Porto: Porto Editora, 2021.European Agency for Special Needs and Inclusive Education (2018), Key Actions for Raising Achievement, Guidance for Teachers and Leaders Disponível em https://www.european-agency.org/sites/default/files/Key%20Actions%20for%20Raising%20Achievement.pdf Acesso 02/02/2022Fernandes, D. (2021). Para uma Fundamentação e Melhoria das Práticas de Avaliação Pedagógica no Âmbito do Projeto MAIA, Texto de Apoio à formação - Projeto de Monitorização, Acompanhamento e Investigação em Avaliação Pedagógica (MAIA). Ministério da Educação/Direção-Geral da Educação. Acesso 02/02/2022UNESCO (2022). REACHING OUT TO ALL LEARNERS: a resource pack for supporting inclusion and equity in education. Geneva: UNESCO – IBE. Disponível em: http://www.ibe.unesco.org/en/news/reaching-out-all-learners-resource-pack-supporting-inclusion-and-equity-education.


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 02-05-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
2 09-05-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
3 16-05-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online assíncrona
4 23-05-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
5 29-05-2024 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online assíncrona
6 06-06-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
7 13-06-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
8 20-06-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 22:00 4:00 Online síncrona

Ref. 130-PDSN35/23-24 A decorrer

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-116339/22

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 29-04-2024

Fim: 24-06-2024

Regime: e-learning

Local: AE de Lousada (online)

Formador

Maria Isabel de Simas Bettencourt e Abreu Amorim

Destinatários

Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário e Professores de Educação Especial e grupo de recrutamento 360

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário e Professores de Educação Especial e grupo de recrutamento 360. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. No âmbito do Despacho n.º 4840/2023, publicado a 21 de abril de 2023 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário e Professores de Educação Especial e grupo de recrutamento 360.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Enquadramento

O enquadramento legal da educação inclusiva e as orientações sobre a recuperação das aprendizagens constituem um enorme desafio para novas práticas inclusivas em sala de aula, bem como novas metodologias que promovam as aprendizagens de todos os alunos. Assim, há que criar ambientes seguros e estimulantes nas escolas para que o diálogo, a reflexão e a partilha desbravem o caminho e orientem todos os agentes educativos para as mudanças a realizar. Esta ação de formação procura contribuir para uma reflexão crítica sobre os desafios da diversidade, bem como apoiar a operacionalização de práticas pedagógicas ajustadas para que os alunos sejam melhores aprendentes e o professor melhor ensinante, definindo com maior acuidade as ações bem como as evidências a identificar em contexto de sala de aula. A presente ação insere-se no processo de concretização do Projeto Educação Inclusiva 21-23 e do plano integrado para a recuperação das aprendizagens dos alunos do ensino básico e secundário, Plano 21|23 Escola+.

Objetivos

Explorar os documentos legislativos (DL n.º 54/2018 e 55/2018, PASEO, Aprend. Essenciais) e de apoio à prática letiva de forma integrada, identificando implicações para a organização de práticas pedagógicas mais inclusivas Consolidar o conhecimento sobre os modelos de enquadramento à operacionalização da educação inclusiva nas suas características essenciais Planear com intencionalidade estratégica, organizando a dinâmica pedagógica, conciliando as aprendizagens a desenvolver e as características de todos alunos (Desenho Universal para a Aprendizagem) Aprofundar o conhecimento sobre metodologias e estratégias pedagógicas inclusivas e inovadoras Consolidar a implementação do ciclo: Avaliar–Planear–Agir– Rever para a inclusão Promover a avaliação como parte integrante da gestão inclusiva do currículo e instrumento ao serviço do ensino e das aprendizagens Reforçar competências de trabalho colaborativo, reflexivo e de resolução de problemas entre os profissionais

Conteúdos

Módulo 1 - Impacto das orientações de política educativa nas práticas pedagógicas Exploração de documentos legislativos (DL n.º 54/2018, DL n.º 55/2018, Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória e Aprendizagens Essenciais) de apoio à prática letiva de forma integrada, destacando-se a reflexão e a análise de práticas sobre: - os valores e princípios de base humanista, onde o aluno assume a centralidade da ação; - a gestão inclusiva, integrada, flexível e articulada do currículo; - o recurso a modelos de intervenção e modelos pedagógicos de resposta à diversidade e de promoção de uma educação de qualidade para todos os alunos; - a valorização da avaliação como parte integrante da gestão do currículo e instrumento ao serviço do ensino e das aprendizagens; - a voz dos alunos e das suas famílias, aumentando os seus níveis de participação. Módulo 2 - Ambientes educativos inclusivos - opções metodológicas Práticas de ensino e intervenção diferenciadas, em função do perfil de competências dos alunos. Estratégias de antecipação da diversidade em sala de aula, com recurso a ambientes de aprendizagem flexíveis e centrados no aluno (Desenho Universal para a Aprendizagem). Módulo 3 - Gerir a diversidade em sala de aula Gestão da diversidade em sala de aula atendendo à participação e aprendizagem efetivas de todos os alunos – partilha de práticas. Mecanismos de planeamento e gestão curricular com caráter intencional e estratégico, que conciliem as aprendizagens a desenvolver e as características de todos alunos. Módulo 4 - Avaliação como processo regulador do ensino e da aprendizagem Caráter contínuo e sistemático da avaliação, ao serviço das aprendizagens, enquanto processo regulador do ensino e das aprendizagens. Planificação intencional da avaliação formativa tendo como objetivos melhorar os resultados das aprendizagens e ajustar o processo de ensino. O feedback como uma das dimensões indispensáveis à aplicação prática da avaliação formativa na sala de aula.

Metodologias

Nesta formação, em regime de frequência e-learning, serão abordados os conteúdos recorrendo a metodologias ativas de ensino e de aprendizagem. Será privilegiado o trabalho em pequeno e grande grupo com momentos de reflexão e de discussão restrita e alargada. Nas sessões, devem ser definidos tempos de partilha e de reflexão em torno das experiências e das práticas dos formandos, devendo o formador ter um papel ativo na ligação das práticas às políticas educativas de inclusão. Os docentes devem ser desafiados à revisão das suas práticas pedagógicas de acordo com os referenciais normativos em vigor. Elaboração de trabalho/reflexão final individual em função dos interesses e preferências dos formandos.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado pelos formandos.

Bibliografia

DGE (2018), Para uma educação inclusiva: Manual de Apoio à Prática Disponível em https://www.dge.mec.pt/sites/default/files/EEspecial/manual_de_apoio_a_pratica.pdf Acesso 02/02/2022Cosme, A., Lima L., Ferreira D., Ferreira N., Metodologias, métodos e situações de aprendizagem: propostas e estratégias de ação : ensino básico, ensino secundário,1ª ed. - Porto: Porto Editora, 2021.European Agency for Special Needs and Inclusive Education (2018), Key Actions for Raising Achievement, Guidance for Teachers and Leaders Disponível em https://www.european-agency.org/sites/default/files/Key%20Actions%20for%20Raising%20Achievement.pdf Acesso 02/02/2022Fernandes, D. (2021). Para uma Fundamentação e Melhoria das Práticas de Avaliação Pedagógica no Âmbito do Projeto MAIA, Texto de Apoio à formação - Projeto de Monitorização, Acompanhamento e Investigação em Avaliação Pedagógica (MAIA). Ministério da Educação/Direção-Geral da Educação. Acesso 02/02/2022UNESCO (2022). REACHING OUT TO ALL LEARNERS: a resource pack for supporting inclusion and equity in education. Geneva: UNESCO – IBE. Disponível em: http://www.ibe.unesco.org/en/news/reaching-out-all-learners-resource-pack-supporting-inclusion-and-equity-education.


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 29-04-2024 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
2 06-05-2024 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
3 13-05-2024 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
4 20-05-2024 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online assíncrona
5 27-05-2024 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
6 03-06-2024 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
7 11-06-2024 (Terça-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online assíncrona
8 17-06-2024 (Segunda-feira) 18:00 - 22:00 4:00 Online síncrona

Ref. 135-PDSN25/23-24 A decorrer

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-122407/23

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 13-12-2023

Fim: 10-07-2024

Regime: Presencial

Local: Bibliotecas das Escolas Associadas ao CFAE Sousa Nascente

Formador

Rui Manuel de Almeida Festa

Destinatários

Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. 

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Enquadramento

Às bibliotecas escolares impõe-se o aperfeiçoamento e consolidação, em todos os domínios de intervenção, práticas de inclusão, recuperação e inovação. Neste sentido as bibliotecas escolares devem responder aos seguintes desafios: - O movimento global de transição digital continua a exigir que as bibliotecas se desenvolvam do ponto de vista digital e contribuam para esse movimento ao nível da escola, nas várias dimensões da sua ação; - A multifuncionalidade da ação da biblioteca que, hoje tem expressão analógica e digital, impõe a sua adaptação às necessidades atuais no que respeita aos seus espaços; - As competências da leitura e da escrita, essenciais a toda a aprendizagem, continuam a exigir um investimento muito significativo; - A revolução digital em curso, torna imprescindível, para uma participação efetiva na sociedade, uma combinação de competências digitais, de informação e media; - A atualidade tem demonstrado a necessidade premente de valorização do ser humano, na sua plenitude e pluralidade, na sua relação com o outro e com o planeta e nas suas múltiplas expressões Este curso pretende dotar os formandos de conhecimentos no âmbito destes desafios, gerando oportunidades de reflexão e de partilha, potenciando o desenvolvimento de competências que contribuam para a melhoria da qualidade dos serviços prestados pela biblioteca, em prol do sucesso e formação dos alunos.

Objetivos

- Ser capaz de aperfeiçoar uma presença em linha estruturada, atualizada e sistemática, associada à curadoria de recursos digitais, bem como a uma prestação de serviços complementar à biblioteca física. - Capacitar os docentes para a conceção de iniciativas/programas orientados para o desenvolvimento das competências de leitura e de escrita multimodais - Ser capaz de planear e desenvolver ações que convoquem para o exercício da cidadania democrática, reflexiva e empreendedora, de forma integrada com as artes e a cultura. - Consciencializar os docentes para o uso do Marketing Digital e suas ferramentas ao serviço da promoção da Biblioteca Escolar - Incentivar a utilização da Inteligência Artificial na educação para melhorar o desempenho da biblioteca escolar.

Conteúdos

1. Gestão das Bibliotecas escolares- 3H -Serviço de referência -Instrumentos de monitorização e avaliação 2. Bibliotecas escolares: qualidade e melhoria contínua I 3H -Espaços físicos e Digitais -Cidadania e cultura -Informação e Media 3. Bibliotecas escolares: qualidade e melhoria contínua II 3H -A leitura ao serviço da aprendizagem: Escola a ler -Partilha de boas práticas 4. Bibliotecas escolares: qualidade e melhoria contínua III 3H -A escrita ao serviço da aprendizagem: Diários de escrita -Partilha de boas práticas 5. Presença em linha das bibliotecas escolares - 3H -Definição de uma política Recursos digitais | curadoria -Ferramentas digitais para apoio à prática das bibliotecas 6. Marketing Digital na biblioteca escolar 3H -Redes Sociais na promoção da biblioteca escolar -Elaboração de um plano de marketing para a biblioteca escolar 7. Inteligência artificial na biblioteca escolar - 3H -Desafios e oportunidades 8. Processos de avaliação - 4H -Relatório de execução do Plano de Melhoria: indicadores -Avaliação da ação

Metodologias

Este curso de formação terá a duração de 25 horas, com oito sessões. Será organizado e desenvolvido no formato presencial. Os formadores deverão ter um papel de promotores e facilitadores da reflexão sobre as questões atuais das bibliotecas escolares, visando o seu desenvolvimento alicerçado em critérios de eficácia e qualidade. Devem ser criadas oportunidades de trabalho individual e em grupo, privilegiando propostas integradoras de carácter prático, em ligação com os contextos de cada escola/agrupamento e as experiências dos formandos no contexto do seu trabalho e apontando novas soluções para os problemas identificados.

Avaliação

Avaliação contínua. Participação dos formandos nas atividades a desenvolver ao longo das sessões. Avaliação dos trabalhos produzidos pelos formandos individualmente ou em grupo. Relatórios individuais dos formandos. A avaliação expressa-se de acordo com a tabela de 1 a 10 valores, conforme indicado na Carta Circular CCPFC-3/2007, de 26 de setembro, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua de professores

Bibliografia

BAPTISTA, D., COSTA, P. (2021). Marketing Digital conteúdos vencedores. Lisboa: Lidel - Edições Técnicas, LdaRede de Bibliotecas Escolares. (2021). Programa Rede de Bibliotecas Escolares. Bibliotecas Escolares: Presentes para o futuro. Disponível em https://rbe.mec.pt/np4/file/890/qe__21.27.pdf Rede de Bibliotecas Escolares. (2021). Professor bibliotecário: um profissional em ação. Disponível em https://www.rbe.mec.pt/np4/%7B$clientServletPath%7D/?newsId=1109&fileName=PB.pdf VEIGA, Francisco, ANDRADE, António (2019). Inteligência artificial e educação: uma revisão sistemática de literatura, Lisboa, Universidade Católica Portuguesa - https://repositorio.ucp.pt/bitstream/10400.14/38739/1/64646464.pdf



Ref. 137-ACDSN42/23-24 Em avaliação

Registo de acreditação: ACDSN03-24

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 4.0 horas

Início: 04-06-2024

Fim: 04-06-2024

Regime: e-learning

Local: AE de Lousada (online)

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Exclusivo para formandos dos Agrupamentos associados ao CFAE

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. 

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Comunidade Intermunicipal Tâmega e Sousa

Enquadramento

De acordo com a Direção Geral da Educação uma das dimensões a trabalhar na Educação para a Cidadania, no 1.º Ciclo do Ensino Básico, é a: “A Educação para a Igualdade de Género, que visa a promoção da igualdade de direitos e deveres das alunas e dos alunos, através de uma educação livre de preconceitos e de estereótipos de género, de forma a garantir as mesmas oportunidades educativas e opções profissionais e sociais. Este processo configura-se a partir de uma progressiva tomada de consciência da realidade vivida por alunas e alunos, tendo em conta a sua evolução histórica, na perspetiva de uma alteração de atitudes e comportamentos.” (fonte: site www.dge.mec.pt) Deste modo, esta ação propõe-se a capacitar os(as) professores(as) com estratégias e instrumentos para promover a Educação para a Igualdade de Género, na sua prática letiva.

Objetivos

Compreender os princípios fundamentais da Educação para a Igualdade de Género, visando a promoção da igualdade de direitos e deveres entre alunos e alunas. Adquirir estratégias para identificar e combater preconceitos e estereótipos de género no contexto educativo. Integrar a igualdade de género no currículo e na prática docente, assegurando oportunidades equitativas para todos. Explorar o processo de criação de uma peça de teatro sobre igualdade de género, incluindo a escrita do texto e a caracterização das personagens. Relacionar os temas e estereótipos de género abordados na peça de teatro com a realidade vivida, promovendo uma consciência crítica sobre estas questões.

Conteúdos

Visualização da Peça de Teatro “Na Terra da Igualdade” - 1h Processo criativo de desenvolvimento da peça de teatro - 1h - Escrita do texto e criação das personagens. Enquadramento curricular da educação para a cidadania e igualdade de género - 2h - A integração da igualdade entre mulheres/raparigas e homens/rapazes na prática docente e na cultura escolar; - Entrosamento na Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação; - Abordagem a conceitos e a estereótipos de género retratados na peça de teatro “A Terra da Igualdade”.


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 04-06-2024 (Terça-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona

Ref. 141-PDSN24/23-24 Em avaliação

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-122071/23

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas (25.0 horas presenciais + 25.0 horas de trabalho autónomo)

Início: 16-01-2024

Fim: 04-06-2024

Regime: Presencial

Local: Instalações da Câmara Municipal de Felgueiras

Formador

Marco Alexandre Carvalho Bento

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. 

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

Câmara Municipal de Felgueiras, em parceria com o CFAE Sousa Nascente

Enquadramento

Esta ação insere-se numa constelação de outras que têm como finalidade a introdução dos dispositivos móveis de comunicação no trabalho letivo dos professores. Desta feita queremos dar prevalência às metodologias sobre as tecnologias, conscientes de que é por essa via que se conseguem mudanças mais significativas e duradouras. A oficina servirá para os professores beneficiarem de um introdução à pedagogia de Mobile Learning, à renovação das suas práticas e a uma reflexão conjunta sobre a criação de estratégias que incluem a utilização dos dispositivos móveis. A oficina de formação é para todos os professores, se bem que na constituição de turmas de formandos vamos garantir homogeneidade de modo a potenciar as partilhas entre professores.

Objetivos

Introduzir a utilização de dispositivos móveis no ambiente de sala de aula. Fornecer aos professores diferentes competências de aprendizagem técnica e de inovação pedagógica para a utilização de dispositivos móveis em sala de aula. Promover uma utilização eficiente das tecnologias móveis nas atividades letivas. Integrar as componentes científica, técnica e pedagógica na elaboração de planos de aula. Construir, aplicar e refletir sobre recursos digitais para uso na sala de aula. Utilizar de forma colaborativa plataformas digitais. Conhecer e aplicar cenários de inovação pedagógica de gamification e flipped learning com a utilização de dispositivos móveis na sala de aula.

Conteúdos

1. O Mobile Learning em contexto de sala de aula (2 horas) Definição e contexto Os diferentes dispositivos móveis utilizados O Tablet em contexto educativo Aplicações a utilizar em contexto educativo As metodologias que podem ser usadas pelos professores com Tablets Reflexão sobre Aplicações utilizadas em contexto de sala de aula pelos professores Reflexão sobre Metodologias utilizadas em contexto de sala de aula pelos professores quando trabalham a tecnologia Reflexão sobre a integração destas tecnologias móveis nos programas curriculares A elaboração das conclusões e posterior discussão serão feitas em ambiente de trabalho colaborativo através das plataformas digitais EDMODO e WIZq Síntese do debate a elaborar pelos formandos e a partilhar com todos os grupos 2. O Tablet Definições Básicas (2 hora) Apresentação das conclusões anteriores sobre Aplicações e Metodologias dos professores na sala de aula Princípios básicos da utilização do Tablet Instalar e desinstalar aplicações Criar e sincronizar contas Debate e partilha numa plataforma colaborativa 3. O sistema operativo do equipamento (2 hora) Instalar e atualizar aplicações específicas de funcionamento do sistema operativo O gestor de ficheiros: localizar, renomear, cortar, copiar, colar, apagar, patilhar 4. As aplicações do sistema operativo (1 hora) Conhecer as aplicações básicas do sistema operativo Bloqueio Parental Exercícios práticos de conhecimento e aprendizagem 5. Cenários de inovação pedagógica: Flipped Learning (2 horas) Flipped Learning: características principais Reflexão sobre os planos de aula com base neste cenário de inovação pedagógica Utilizando a Câmara Fotográfica e a aplicação Estúdio de filme para criar uma narrativa visual sobre um tema definido nos conteúdos programáticos 6. Cenários de inovação pedagógica: Gamification na sala de aula (2 hora) Características principais deste cenário de inovação pedagógica Reflexão, desenho e construção de um modelo de gamification para a sala de aula 7. Exploração de aplicações no sentido de planeamento de atividades em sala de aula (4 horas) Apresentação e experimentação de aplicações interativas como o: KAHOOT, SOCRATIVE, GOCONQR, TELLAGAMI, EXPLAIN EVERYTHING, PICCOLLAGE, DUCKDUCKGO, THINGLINK 8. Planificação de uma atividade letiva a efetivar como trabalho autónomo (2 horas) Nesta sessão, com o apoio do formador, e tendo em conta as técnicas e os conceitos abordados, os formandos elaborarão um plano de aula a desenvolver com os seus alunos 9. Acompanhamento do desenvolvimento do trabalho autónomo dos formandos (2 horas) Nesta sessão, os formandos darão conta do trabalho que estão a desenvolver no sentido de resolver problemas e enriquecer o projeto de cada um pela partilha entre pares 10. Apresentação dos trabalhos (4 horas) Apresentação dos projetos desenvolvidos no trabalho autónomo 11. Reflexão sobre o trabalho desenvolvido e avaliação da ação (1 hora) Trabalho autónomo: Execução em sala de aula do projeto planeado nas sessões presenciais (25 horas)

Avaliação

Os formandos são avaliados de acordo com as regras previstas no regulamento interno do centro de formação bem como a legislação vigente aplicável Os formandos serão informados que a para sua avaliação serão tidos em conta os seguintes parâmetros/critérios - Participação nas sessões presenciais em que será tido em conta a realização das tarefas nas sessões presenciais - Relatório/trabalho de reflexão individual onde deverá constar memória descritiva do trabalho do formando nas sessões presenciais e o produto do trabalho autónomo apresentado.

Bibliografia

Attewell, J., Savill-Smith, C. (Ed.). (2014). Learning with mobile devices: research and development. London: Learning and Skills Development Agency.Lencastre, J. A., Bento, M., & Magalhães, C. (2016). MOBILE LEARNING: potencial de inovação pedagógica. In Tânia Maria Hetkowski & Maria Altina Ramos (orgs.), Tecnologias e processos inovadores na educação (pp. 159-176). Curitiba: Editora CRV. Disponível em: https://www.editoracrv.com.br/produtos/detalhes/31939-tecnologias-e-processos-inovadores-na-educacao item: http://hdl.handle.net/1822/43462Mascheroni, G.; Ólafsson, K. (2014). Net children go mobile. Risks and opportunities. Second edition. Milano: Educatt.Sharples, M. et al. (2014). Innovating Pedagogy 2014: Open University innovating report 3. Milton Keynes: The Open University.Simões, J. A. et al. (2014). Crianças e meios digitais móveis em Portugal: Resultados nacionais do projeto Net Children Go Mobile. Lisboa: CESNOVA.


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 16-01-2024 (Terça-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Presencial
2 23-01-2024 (Terça-feira) 18:00 - 21:30 3:30 Presencial
3 04-06-2024 (Terça-feira) 18:00 - 21:30 3:30 Presencial

Ref. 134-ACDSN41/23-24 Concluída

Registo de acreditação: ACDSN01-24

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.0 horas

Início: 15-05-2024

Fim: 15-05-2024

Regime: e-learning

Local: AE Airães (online)

Formador

Rosa Sandra de Magalhães Fernandes

Orlando Arlindo da Mota Queirós

António Pedro da Silva Pereira

Ana Rosa Jorge Gonçalves Gören

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. 

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

AE de Airães, AE de Idães e AE de Lousada

Enquadramento

No âmbito do Projeto de Pilotagem Manuais Digitais, as 9 Escolas do CFAE Sousa Nascente, com o projeto em implementação, embarcam numa jornada de inovação e colaboração para impulsionar a utilização de Manuais Digitais no ensino, com o objetivo de fortalecer a troca de conhecimentos e boas práticas.

Objetivos

Facilitar a partilha de conhecimentos e recursos entre as escolas participantes; Incentivar a colaboração e o trabalho em rede; Promover a reflexão crítica sobre a utilização de Manuais Digitais no ensino; Identificar oportunidades de aprimoramento na criação e utilização de Manuais Digitais.

Conteúdos

Apresentação dos Projetos de Pilotagem Manuais Digitais das Escolas organizadoras; Apresentação das experiências/práticas das escolas organizadoras na integração do digital e na utilização de Manuais Digitais; Reflexão crítica sobre os desafios e oportunidades da utilização de Manuais Digitais no ensino e na integração do digital.


Observações

21-05-2024

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 15-05-2024 (Quarta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Online síncrona

Ref. 133-ACDSN38/23-24 Concluída

Registo de acreditação: ACDSN02-24

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 4.0 horas

Início: 14-05-2024

Fim: 21-05-2024

Regime: e-learning

Local: AE de Lousada Oeste (online)

Formador

Daniela Fernanda Borges Leal

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. 

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

It Gets Better Portugal

Enquadramento

Esta ação de curta duração visa capacitar os participantes com conhecimento sobre identidade sexual e de género, abrangendo conceitos como orientação sexual, identidade de género, e expressão de género. A formação aborda dados nacionais e internacionais sobre a população LGBTQI+ nas escolas, bem como o contexto legal e as políticas públicas relacionadas ao tema. Também aborda processos de discriminação, como bullying, e oferece estratégias para promover um ambiente escolar seguro e inclusivo para jovens LGBTQI+. Ao longo da formação, os participantes explorarão formas de reconhecer e combater a discriminação, e aprenderão sobre mecanismos de apoio e boas práticas para criar uma comunidade escolar acolhedora para todos.

Objetivos

• Dotar as pessoas formandas de conhecimentos sobre conceitos de identidade sexual e de género; • Transmitir dados nacionais e internacionais sobre a população LGBTQI+ nas escolas; • Transmitir conhecimentos sobre o contexto legal e políticas públicas sobre a temática; • Reconhecer processos de discriminação como o bullying; • Compreender como trabalhar com jovens LGBTQ+ no sentido de promover um contexto escolar seguro e inclusivo.

Conteúdos

• Conceitos introdutórios (identidade sexual, orientação sexual, identidade de género, expressão de género, género, sexo biológico); • A comunidade LGBTQI+ no contexto escolar (dados e políticas); • Bullying e outros processos de discriminação; • Contexto legal português; • Mecanismos de apoio (estratégias de promoção de ambiente positivo e protetor).

Anexo(s)


Observações

21-05-2024

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 14-05-2024 (Terça-feira) 18:30 - 20:30 2:00 Online síncrona
2 21-05-2024 (Terça-feira) 18:30 - 20:30 2:00 Online síncrona

Ref. 133-ACDSN40/23-24 Concluída

Registo de acreditação: ACDSN02-24

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 4.0 horas

Início: 08-05-2024

Fim: 08-05-2024

Regime: e-learning

Local: AE de Lousada (online)

Formador

Daniela Fernanda Borges Leal

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. 

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

It Gets Better Portugal

Enquadramento

Esta ação de curta duração visa capacitar os participantes com conhecimento sobre identidade sexual e de género, abrangendo conceitos como orientação sexual, identidade de género, e expressão de género. A formação aborda dados nacionais e internacionais sobre a população LGBTQI+ nas escolas, bem como o contexto legal e as políticas públicas relacionadas ao tema. Também aborda processos de discriminação, como bullying, e oferece estratégias para promover um ambiente escolar seguro e inclusivo para jovens LGBTQI+. Ao longo da formação, os participantes explorarão formas de reconhecer e combater a discriminação, e aprenderão sobre mecanismos de apoio e boas práticas para criar uma comunidade escolar acolhedora para todos.

Objetivos

• Dotar as pessoas formandas de conhecimentos sobre conceitos de identidade sexual e de género; • Transmitir dados nacionais e internacionais sobre a população LGBTQI+ nas escolas; • Transmitir conhecimentos sobre o contexto legal e políticas públicas sobre a temática; • Reconhecer processos de discriminação como o bullying; • Compreender como trabalhar com jovens LGBTQ+ no sentido de promover um contexto escolar seguro e inclusivo.

Conteúdos

• Conceitos introdutórios (identidade sexual, orientação sexual, identidade de género, expressão de género, género, sexo biológico); • A comunidade LGBTQI+ no contexto escolar (dados e políticas); • Bullying e outros processos de discriminação; • Contexto legal português; • Mecanismos de apoio (estratégias de promoção de ambiente positivo e protetor).

Anexo(s)


Observações

21-05-2024

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 08-05-2024 (Quarta-feira) 14:00 - 18:00 4:00 Online síncrona

Ref. 133-ACDSN37/23-24 Concluída

Registo de acreditação: ACDSN02-24

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 4.0 horas

Início: 08-05-2024

Fim: 16-05-2024

Regime: e-learning

Local: AE de Lousada Este (online)

Formador

Daniela Fernanda Borges Leal

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. 

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

It Gets Better Portugal

Enquadramento

Esta ação de curta duração visa capacitar os participantes com conhecimento sobre identidade sexual e de género, abrangendo conceitos como orientação sexual, identidade de género, e expressão de género. A formação aborda dados nacionais e internacionais sobre a população LGBTQI+ nas escolas, bem como o contexto legal e as políticas públicas relacionadas ao tema. Também aborda processos de discriminação, como bullying, e oferece estratégias para promover um ambiente escolar seguro e inclusivo para jovens LGBTQI+. Ao longo da formação, os participantes explorarão formas de reconhecer e combater a discriminação, e aprenderão sobre mecanismos de apoio e boas práticas para criar uma comunidade escolar acolhedora para todos.

Objetivos

• Dotar as pessoas formandas de conhecimentos sobre conceitos de identidade sexual e de género; • Transmitir dados nacionais e internacionais sobre a população LGBTQI+ nas escolas; • Transmitir conhecimentos sobre o contexto legal e políticas públicas sobre a temática; • Reconhecer processos de discriminação como o bullying; • Compreender como trabalhar com jovens LGBTQ+ no sentido de promover um contexto escolar seguro e inclusivo.

Conteúdos

• Conceitos introdutórios (identidade sexual, orientação sexual, identidade de género, expressão de género, género, sexo biológico); • A comunidade LGBTQI+ no contexto escolar (dados e políticas); • Bullying e outros processos de discriminação; • Contexto legal português; • Mecanismos de apoio (estratégias de promoção de ambiente positivo e protetor).


Observações

21-05-2024

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 08-05-2024 (Quarta-feira) 18:30 - 20:30 2:00 Online síncrona
2 16-05-2024 (Quinta-feira) 18:30 - 20:30 2:00 Online síncrona

Ref. 133-ACDSN36/23-24 Concluída

Registo de acreditação: ACDSN02-24

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 4.0 horas

Início: 07-05-2024

Fim: 09-05-2024

Regime: e-learning

Local: AE Dr. Machado de Matos, Felgueiras (online)

Formador

Tiago Rodrigues de Castro

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. 

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

It Gets Better Portugal

Enquadramento

Esta ação de curta duração visa capacitar os participantes com conhecimento sobre identidade sexual e de género, abrangendo conceitos como orientação sexual, identidade de género, e expressão de género. A formação aborda dados nacionais e internacionais sobre a população LGBTQI+ nas escolas, bem como o contexto legal e as políticas públicas relacionadas ao tema. Também aborda processos de discriminação, como bullying, e oferece estratégias para promover um ambiente escolar seguro e inclusivo para jovens LGBTQI+. Ao longo da formação, os participantes explorarão formas de reconhecer e combater a discriminação, e aprenderão sobre mecanismos de apoio e boas práticas para criar uma comunidade escolar acolhedora para todos.

Objetivos

• Dotar as pessoas formandas de conhecimentos sobre conceitos de identidade sexual e de género; • Transmitir dados nacionais e internacionais sobre a população LGBTQI+ nas escolas; • Transmitir conhecimentos sobre o contexto legal e políticas públicas sobre a temática; • Reconhecer processos de discriminação como o bullying; • Compreender como trabalhar com jovens LGBTQ+ no sentido de promover um contexto escolar seguro e inclusivo.

Conteúdos

• Conceitos introdutórios (identidade sexual, orientação sexual, identidade de género, expressão de género, género, sexo biológico); • A comunidade LGBTQI+ no contexto escolar (dados e políticas); • Bullying e outros processos de discriminação; • Contexto legal português; • Mecanismos de apoio (estratégias de promoção de ambiente positivo e protetor).

Anexo(s)


Observações

21-05-2024

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 07-05-2024 (Terça-feira) 18:00 - 20:00 2:00 Online síncrona
2 09-05-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 20:00 2:00 Online síncrona

Ref. 133-ACDSN39/23-24 Concluída

Registo de acreditação: ACDSN02-24

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 4.0 horas

Início: 17-04-2024

Fim: 24-04-2024

Regime: e-learning

Local: AE de Lousada (online)

Formador

Daniela Fernanda Borges Leal

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. 

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

It Gets Better Portugal

Enquadramento

Esta ação de curta duração visa capacitar os participantes com conhecimento sobre identidade sexual e de género, abrangendo conceitos como orientação sexual, identidade de género, e expressão de género. A formação aborda dados nacionais e internacionais sobre a população LGBTQI+ nas escolas, bem como o contexto legal e as políticas públicas relacionadas ao tema. Também aborda processos de discriminação, como bullying, e oferece estratégias para promover um ambiente escolar seguro e inclusivo para jovens LGBTQI+. Ao longo da formação, os participantes explorarão formas de reconhecer e combater a discriminação, e aprenderão sobre mecanismos de apoio e boas práticas para criar uma comunidade escolar acolhedora para todos.

Objetivos

• Dotar as pessoas formandas de conhecimentos sobre conceitos de identidade sexual e de género; • Transmitir dados nacionais e internacionais sobre a população LGBTQI+ nas escolas; • Transmitir conhecimentos sobre o contexto legal e políticas públicas sobre a temática; • Reconhecer processos de discriminação como o bullying; • Compreender como trabalhar com jovens LGBTQ+ no sentido de promover um contexto escolar seguro e inclusivo.

Conteúdos

• Conceitos introdutórios (identidade sexual, orientação sexual, identidade de género, expressão de género, género, sexo biológico); • A comunidade LGBTQI+ no contexto escolar (dados e políticas); • Bullying e outros processos de discriminação; • Contexto legal português; • Mecanismos de apoio (estratégias de promoção de ambiente positivo e protetor).


Observações

21-05-2024

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 17-04-2024 (Quarta-feira) 18:30 - 20:30 2:00 Online síncrona
2 24-04-2024 (Quarta-feira) 18:30 - 20:30 2:00 Online síncrona

Ref. 133-ACDSN35/23-24 Concluída

Registo de acreditação: ACDSN02-24

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 4.0 horas

Início: 16-04-2024

Fim: 23-04-2024

Regime: e-learning

Local: AE D. Manuel de Faria e Sousa (online)

Formador

Tiago Rodrigues de Castro

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. 

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

It Gets Better Portugal

Enquadramento

Esta ação de curta duração visa capacitar os participantes com conhecimento sobre identidade sexual e de género, abrangendo conceitos como orientação sexual, identidade de género, e expressão de género. A formação aborda dados nacionais e internacionais sobre a população LGBTQI+ nas escolas, bem como o contexto legal e as políticas públicas relacionadas ao tema. Também aborda processos de discriminação, como bullying, e oferece estratégias para promover um ambiente escolar seguro e inclusivo para jovens LGBTQI+. Ao longo da formação, os participantes explorarão formas de reconhecer e combater a discriminação, e aprenderão sobre mecanismos de apoio e boas práticas para criar uma comunidade escolar acolhedora para todos.

Objetivos

• Dotar as pessoas formandas de conhecimentos sobre conceitos de identidade sexual e de género; • Transmitir dados nacionais e internacionais sobre a população LGBTQI+ nas escolas; • Transmitir conhecimentos sobre o contexto legal e políticas públicas sobre a temática; • Reconhecer processos de discriminação como o bullying; • Compreender como trabalhar com jovens LGBTQ+ no sentido de promover um contexto escolar seguro e inclusivo.

Conteúdos

• Conceitos introdutórios (identidade sexual, orientação sexual, identidade de género, expressão de género, género, sexo biológico); • A comunidade LGBTQI+ no contexto escolar (dados e políticas); • Bullying e outros processos de discriminação; • Contexto legal português; • Mecanismos de apoio (estratégias de promoção de ambiente positivo e protetor).


Observações

21-05-2024

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 16-04-2024 (Terça-feira) 17:30 - 19:30 2:00 Online síncrona
2 23-04-2024 (Terça-feira) 17:30 - 19:30 2:00 Online síncrona

Ref. 127-PDSN27/23-24 Concluída

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-116338/22

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas (25.0 horas presenciais + 25.0 horas de trabalho autónomo)

Início: 22-02-2024

Fim: 18-04-2024

Regime: b-learning

Local: AE Lousada

Formador

Rosa Sandra de Magalhães Fernandes

Destinatários

Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário, de Educação Especial e do grupo de recrutamento 360

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário, de Educação Especial e do grupo de recrutamento 360. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira. No âmbito do Despacho n.º 4840/2023, publicado a 21 de abril de 2023 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário, de Educação Especial e do grupo de recrutamento 360.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Enquadramento

O enquadramento legal da educação inclusiva e as orientações sobre a recuperação das aprendizagens constituem um enorme desafio para novas/os práticas pedagógicas, interfaces comunicativas, fundamentos humanistas em que todos são parte do sistema e desenvolvem um diálogo igualitário, um pensamento e uma consciência próprios. Assim, há que criar ambientes seguros e estimulantes nas escolas para que o diálogo, a reflexão e a partilha orientem os agentes educativos para a inclusão. Esta formação procura apoiar a operacionalização de práticas pedagógicas inclusivas para que os alunos sejam melhores aprendentes e o professor melhor ensinante, definindo com maior acuidade as ações bem como as evidências a identificar em contexto de sala de aula. A presente ação insere-se no processo de concretização do Projeto Educação Inclusiva 21-23 e do plano integrado para a recuperação das aprendizagens dos alunos do ensino básico e secundário, Plano 21|23 Escola+.

Objetivos

- Explorar os documentos legislativos (Decreto- Lei n.º 54/2018, Decreto-Lei n.º 55/2018, Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Aprendizagens Essenciais) e de apoio à prática letiva de forma integrada, identificando implicações para a organização de práticas mais inclusivas - Aplicar colaborativamente os princípios subjacentes ao desenho universal para a aprendizagem e à abordagem multinível - Planear com intencionalidade estratégica, organizando a dinâmica pedagógica, conciliando as aprendizagens a desenvolver e a diversidade de todos alunos - Conceber instrumentos de suporte à recolha de informação que contribuam para a tomada de decisão. - Consolidar a implementação do ciclo: Avaliar – Planear – Agir - Rever - Produzir e aplicar em contexto de sala de aula instrumentos de avaliação e planificação das aprendizagens - Partilhar experiências facilitadoras do um processo ensino-aprendizagem inclusivo - Explorar colaborativamente práticas educativas inovadoras

Conteúdos

Módulo 1. Impacto das orientações de política educativa nas práticas pedagógicas - Exploração integrada dos documentos de política educativa (Decreto- Lei n.º 54/2018, Decreto-Lei n.º 55/2018, Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Aprendizagens Essenciais) Módulo 2. Ambientes educativos inclusivos - opções metodológicas - Práticas de ensino e intervenção diferenciadas, em função do perfil de competências dos alunos - Estratégias de antecipação da diversidade em sala de aula, com recurso a ambientes de aprendizagem flexíveis e centrados no aluno (DUA) Módulo 3. Valorização da diversidade em sala de aula, criação e partilha de recursos - Mecanismos de planeamento e gestão curricular com caráter intencional e estratégico - O que ensinar e porquê, como, quando, com que prioridades, com que meios, com que organização e com que resultados: exercícios práticos Módulo 4. Avaliação formativa enquanto processo regulador do ensino e da aprendizagem - Planificação intencional da avaliação formativa tendo como objetivos melhorar os resultados das aprendizagens e ajustar o processo de ensino

Metodologias

Presencial: A metodologia de formação é de cariz teórico-prática, propondo-se dinâmicas que visam encorajar o envolvimento dos participantes em atividades de aprendizagem, partilha e reflexão sobre a temática, com vista à otimização e concretização dos objetivos propostos para esta ação de formação, em regime de frequência b-learning, nomeadamente: - Apresentação de conteúdos e conceitos; - Partilha de experiências; - Trabalho(s) de grupo; - Reflexão e debate de ideias; Trabalho autónomo: No desenvolvimento do trabalho autónomo pretende-se que os formandos apliquem instrumentos e conhecimentos adquiridos, no âmbito da formação, em contexto escola/sala de aula, tendo presente o ciclo: avaliar o contexto, planear, aplicar, rever, ajustar. Trabalho autónomo (25h)

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado pelos formandos.

Bibliografia

DGE (2018), Para uma educação inclusiva: Manual de Apoio à Prática https://www.dge.mec.pt/sites/default/files/EEspecial/manual_de_apoio_a_pratica.pdf Acesso 02/02/2022Cosme, A., Lima L., Ferreira D., Ferreira N. (2021), Metodologias, métodos e situações de aprendizagem: propostas e estratégias de ação : ensino básico, ensino secundário,1ª ed. - Porto: Porto Editora.European Agency for Special Needs and Inclusive Education (2018), Key Actions for Raising Achievement, Guidance for Teachers and Leaders • Disponível em https://www.european-agency.org/sites/default/files/Key%20Actions%20for%20Raising%20Achievement.pdf Acesso 02/02/2022Fernandes, D. (2021). Para uma Fundamentação e Melhoria das Práticas de Avaliação Pedagógica no Âmbito do Projeto MAIA, Texto de Apoio à formação - Projeto de Monitorização, Acompanhamento e Investigação em Avaliação Pedagógica (MAIA). Ministério da Educação/Direção-Geral da Educação. Acesso 02/02/2022UNESCO (2022). REACHING OUT TO ALL LEARNERS: a resource pack for supporting inclusion and equity in education. Geneva: UNESCO – IBE. Disponível em: http://www.ibe.unesco.org/en/news/reaching-out-all-learners-resource-pack-supporting-inclusion-and-equity-education Acesso em 02/02/2022


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 22-02-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
2 29-02-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
3 06-03-2024 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
4 14-03-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
5 02-04-2024 (Terça-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
6 04-04-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
7 11-04-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
8 18-04-2024 (Quinta-feira) 18:00 - 22:00 4:00 Presencial


158

Ref. 129-PDSN26/23-24 Concluída

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-123141/24

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 21-02-2024

Fim: 24-04-2024

Regime: e-learning

Local: AE de Lousada (online)

Formador

Daniela Eduarda da Silva Guimarães

Destinatários

Educadores de Infância e Professores do Ensino Básico e Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância e Professores do Ensino Básico e Professores de Educação Especial. No âmbito do Despacho n.º 4840/2023, publicado a 21 de abril de 2023 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente Educadores de Infância e Professores do Ensino Básico e Professores de Educação Especial.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Enquadramento

A decisão de incorporar as ferramentas digitais nas nossas práticas pedagógicas pode representar um verdadeiro desafio. Não basta reconhecer a importância da tecnologia e estar motivado para a sua utilização; é necessário, por um lado desenvolver conhecimentos tecnológicos e, por outro, procurar utilizar estas ferramentas, não pela novidade que introduzem no processo avaliativo, mas pela pertinência da sua utilização. Neste contexto, consideramos que as ferramentas digitais e, por inerência, esta formação servem três grandes propósitos: a) Enquadrar a utilidade pedagógica das ferramentas digitais para a otimização dos processos de avaliação; b) Integrar o digital na fase de planeamento da formação independentemente da modalidade de avaliação; c) Utilizar ferramentas digitais para dinamizar o processo de aprendizagem.

Objetivos

Este Curso de Formação que aqui se apresenta pretende dotar os formandos de estratégias e instrumentos que depois possam utilizar, junto do público-alvo com quem trabalham. Assim, são objetivos deste Curso de formação: a) Verificar o impacto das ferramentas digitais no processo de aprendizagem e avaliação; b) Fomentar e rentabilizar o valor educacional das ferramentas digitais; c) Promover novos desafios à conceção dos dispositivos pedagógicos de avaliação; d) Diversificar as condições para o sucesso da escolha e utilização das ferramentas; e) Utilizar ferramentas digitais para dinamizar o processo de aprendizagem; f) Regular e manter a dinâmica pedagógica.

Conteúdos

- Planeamento e organização do Curso de Formação - 2h - A Abordagem à avaliação e respetivos normativos - 3h - Exploração e utilização de ferramentas digitais no processo de avaliação - 9h - Conceção e validação de instrumentos digitais de avaliação formativa a usar em contexto de sala de aula - 8h - Apresentação dos trabalhos finais e avaliação da ação - 3h

Metodologias

1) Apresentação de conceitos e objetivos inerentes à avaliação; 2) Seriação de ferramentas digitais pela sua relevância, aplicabilidade e eficácia; 3) Realização e troca de experiências e métodos entre os formandos; 4) Conceção e validação de ferramentas digitais de avaliação; 5) Entrega dos trabalhos finais e avaliação da ação.

Avaliação

A avaliação dos formandos será feita tendo em conta os fatores: -Participação nas atividades da ação; -Trabalho final dos formandos (portefólio com materiais criados para serem trabalhados com os alunos). -Relatório final da ação. O referencial da escala de avaliação é o previsto no n.º 2 do artigo 46º do Estatuto da Carreira Docente, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 15/2007, de 19 de janeiro. Não são certificados formandos cuja assiduidade seja inferior a dois terços da duração da ação de formação, conforme o entendimento do Conselho Científico da Formação Contínua, descrito no ponto n.º 2 da Carta Circular CCPFC 1/2007.

Bibliografia

Carvalho, A. A. A. (Eds.). (2020). Aplicações para dispositivos móveis e estratégias inovadoras na educação. Ministério da Educação, DGE.Clarke, B., & Svanaes, S. (2014). An updated literature review on the use of tablets in education. Tablets for Schools. UK: Family Kids & Youth. http://www.kidsandyouth.com/pdf/FK%26Y%20T4S%20Literature%20Review%209.4.14.pdfCreative Classrooms Lab (2013). CCL guide: Learning Story Content Creation + checklist


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 21-02-2024 (Quarta-feira) 18:30 - 22:30 4:00 Online síncrona
2 06-03-2024 (Quarta-feira) 18:30 - 22:30 4:00 Online assíncrona
3 13-03-2024 (Quarta-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Online síncrona
4 20-03-2024 (Quarta-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Online síncrona
5 10-04-2024 (Quarta-feira) 18:30 - 22:30 4:00 Online assíncrona
6 17-04-2024 (Quarta-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Online síncrona
7 24-04-2024 (Quarta-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Online síncrona


160
Consultar arquivo de oferta formativa